A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro!.... Platão!..... ..
Código: Aproveite o dia de hoje, viva-o com entusiasmo, alegria e humildade. Você é especial aos olhos de Deus e aos olhos de todos aqueles que lhe amam. Que Deus derrame o seu amor sobre você. !

Não encontrou, procure aqui

9 de jan de 2011

Como cuidar de orquídeas: 3 dicas básicas

Como cuidar de orquídeas: 3 dicas básicas




Rega: não exagere para mais ou para menos, busque o meio termo. Coloque o vazo sobre a torneira aberta até que o substrato fique bastante úmido. No verão regue de 3 a 4 vezes por semana, no inverno, uma ou duas vezes. Para saber quando é hora de regar, toque o substrato para perceber se ele está molhado ou não. Se estiver seco, é o momento de regar. Não deixe a orquídea constantemente mergulhada em água, dessa forma a planta poderá morrer por excesso de umidade.



Luminosidade: Orquídeas se dão bem em locais amenos em que elas recebam bastante luz, mas fiquem protegidas da incidência direta do sol. O ideal para as orquídeas é que peguem somente os primeiros raios da manhã. Varandas protegidas, banheiros iluminados, salas, e outros locais claros em que a planta receba luz indireta são os ideais.



Replantio e adubação: Não é obrigatório retirar a planta do vaso logo de início. Só será necessário o replantio em local maior caso as raízes da orquídea começarem a crescer além da capacidade do vaso.



Quando as flores da orquídea caem, significa que a planta entrou em estado de repouso que durará alguns meses. Durante esta dormência, não adianta tentar estimular a planta com adubos especiais para que ela floresça antes do tempo. Orquídeas são plantas de crescimento lento.



Quanto começarem a aparecer hastes e brotos da floração, então a aplicação de adubos pode facilitar o cresimento de flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.