A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro!.... Platão!..... ..
Código: Aproveite o dia de hoje, viva-o com entusiasmo, alegria e humildade. Você é especial aos olhos de Deus e aos olhos de todos aqueles que lhe amam. Que Deus derrame o seu amor sobre você. !

Não encontrou, procure aqui

20 de fev de 2011

Mudam se os tempos, mudam se as vontades

Com o avanço da tecnologia, quantas mudanças..
mudanças nos habitos..
mudanças nos jovens...
mudanças nas brincadeiras de infância..
mudanças nos idosos..
mudanças nos adultos.....
até os bichos mudaram, o os cachorros, por exemplo, já fazem parte das famílias,
e  os namorados, mudaram...
nem se namora, mais como, no meu tempo,
agora , os filhos vão na namorada, noiva
e ficam  jogando games, na internet, ipad,, .
Recentemente assisti documentário sobre Japão, onde mostrava q os jovens(homens e mulheres), preferem, se reunir do mesmo sexo, do que namorar, para cantar no Karauke, beber,  e jogar games.
Então, cheguei a uma conclusão, o Japão, é uma potência em tecnologia, acho q tanta tecnologia, não faz tanto bem, estou concordando com meu esposo, q melhor ser analfabeto digital, é muito rápidooo esse avanço tecnologico, as pessoas nem se visitam mais, mandam sms, recadinho orkut, ou outra rede social..Só pensam em comprar , o ultimo modelo de TV, telefone celular, de carro e patati, patatá. Isso são novos tempos, novas mudanças, novos valores.
já Luiz de Camões (poeta portugues) falava das mudanças: da uma espiadinha na poesia dele.




Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, (obs. agora é consumismo)


Muda-se o ser, muda-se a confiança;

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,

Diferentes em tudo da esperança;

Do mal ficam as mágoas na lembrança,

E do bem, se algum houve, as saudades.



O tempo cobre o chão de verde manto,

Que já foi coberto de neve fria,

E em mim converte em choro o doce canto.



E, afora este mudar-se cada dia,

Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Saudades da minha infância, que outrora, tinha muita bricadeiras, e cantigas de roda....(como atirei o pau no gato, e tantas outras delícias que na minha imaginação e de  tantos outros, fez viver, crescer.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.